diHITT - Notícias PARAneura: Abril 2011
segunda-feira, 25 de abril de 2011 0 PARA comentar

PARA peras

para bibo:obrigada por essa experiência extraordinária, me fez acreditar....


Logo de manha, ele abriu a porta do seu carro, debaixo do nevoeiro que cobrem as estradas que levam ate Ouro Preto, e deixou entrar duas desconhecidas; nunca tinha as visto e por esta razao poderia ser perigoso viajar com elas e elas viajarem com ele. No mundo que se vive hoje, olha-se com desconfiança para tudo que é agradavel demais.
Porém, ele não pensava nisso, ao abrir a porta, seu espirito era livre, sua alma tranquila, seu coracao valente. Elas entraram e com receio( pois não viam muitos homens bons) se deixaram embriagar com a essencia daquela viagem, com ideias, com valores, com risos que desciam pelas montanhas a qual estava a estrada, em contrapartida elas povoaram o carro dele com muitos sonhos, desejos, palavras engasgadas de emoçao, cortadas de lagrimas não expostas.
Para o frio ele tinha casacos, para a tristeza um belo discurso de otimismo, para os sonhos, um plano de torna-los reais, para os olhos as montanhas de Ouro Preto, para a degustação sorvete de maça-verde com manjericão, para o deleite pastel de angu envolvido com o tocar de uma vitrola relembrando canções de um tempo que não volta mais.
E ao fim do caminho, já não eram três desconhecidos, mas amigos de longa data contando boas historias.
Um alguem que fez diferente, não as julgou, não deixou morrer seus sonhos, fez ver que vale a pena ser gente, ser carne, acreditar , não tentar apagar , mas ajudar a escrever historias que seram contadas um dia com calma em um banco.
Assim se pode acreditar mais na vida, mais nas pessoas. Ainda é bom ser bom, ainda é bom rir de piadas bobas, ainda é bom se emocionar com a vida dos outros, ainda é bom oferecer carinho para quem não se conhece e nem se espera nada, ainda é bom crer no ser humano, ainda é bom oferecer amigos aos que não tem nenhum, ainda é bom dividir dividar a bondade, o amor...................... dividir uma pera em um belo nascer do sol em Ouro Preto.
quinta-feira, 14 de abril de 2011 2 PARA comentar

PARA de pensar


penso na madrugada,porque enquanto os outros dormem, bocas se silenciam,palavras nao sao ditas e assim,meus pensamentos falam,cantam, se embaralham com as vozes minhas,com com cantos meus, as melodias saem da minha cabeça e batem nas paredes de uma casa fria,as palavras da minha boca sao mudas, ja as palavras da minha mente dizem tanta coisa, coisas inteiras, meias coisas, coisas de um dia, coisas de uma vida inteira.
A madrugada me desperta um coracao agitado, querendo viver, querendo bater.. ele nao quer dormir, quer descompassar as 3 horas da manha.
porque nao durmo como os outros.........
talves nao seja como os outros
talves nao seja desse mundo
antes queria ser parecido com os outros
haaaaaa , mas descobri que eu sou só aqui e achei gostoso ser uma coisa que ninguem é!
eu sou aquela que nao dorme, que corre pela madrugada e que chora com sua partida, sou aquela que ouve vozes na escuridao e elas acendem as lamparinas de um proximo dia nada claro.
quem disse que de noite a trevas...
de noite a espaço
de noite a tempo
de noite a gente para pra pensar.
quinta-feira, 7 de abril de 2011 2 PARA comentar

PARA quem procura

Ele queria um Deus
Ele não queria uma religião

Ele queria uma razão para a vida
Ele não queria uma doutrina

Ele queria sentir Deus, ouvir Deus, ver a personificação de Deus.
Queria ver Deus, como se vêem as batatas.
Não queria ouvir de milagres, de consultas à bíblia que definiam posturas, caminhos, decisões.
Ele queria o milagre para ele, Deus bater na porta do seu quarto e o tirar da paranóia.
Mas ele busca Deus, ele escreve de Deus, ele ainda quer UM Deus!

Mas Deus é egoísta a ponto de não se mostrar a quem quer tanto ver Deus, a quem escreve em uma esquizofrenia louca em busca de resposta.
Ele não quer ser ateu, mas também não quer ser cristão, quer crer em Deus.
E ele pede

DEUS me prove que existe, não me deixe morrer sem ouvir você, mesmo que para muitos seja uma experiência espírita, me mostre você.

Não, ele não responde, pergunta onde ele esta e não ouve nada, ate as vozes de sua cabeça estão silenciosas esperando Deus.

Deus se mostrou ............ olhos fechados
Deus se fez ouvir .............. ouvidos cerrados
Deus se fez sentir.................... mãos sem tato.

E ele ainda procura por Deus!
0 PARA comentar

PARA 1

Ele quer 1 deus?
ou
Ele quer 1 Deus?
????/???????????
3 PARA comentar

PARA morrer


Se eu morrer hoje, não me tranque no caixão, pelo menos na morte quero poder respirar, pois na vida fiquei trancado na sala, no trabalho, na ordem, no que diziam que eu devia fazer.
Se eu morrer hoje não digam que eu era um homem bom, um bom moço.... morreu jovem, porque não era bom suficiente, falavam de mim e por causa de mim, e na verdade eu nunca quis ser bom.
Se eu morrer hoje não me vistam com terno preto, com corte de boa costura, nunca quis me vestir assim, queria regata e bermuda jeans.
Se eu morrer hoje não joguem terra encima de mim, eu mesmo joguei terra em mim, desde a infância, joguei terra nos meus sonhos, meus planos, minha vida, meu encanto, enterrei minha loucura, meus devaneios mais doces e fui homem de orgulho, homem de Maria a santa, não de Madalena a pecadora.
Se eu morrer hoje não diga que fui feliz, não soltei pipa, não vi estrelas, não li um livro, mas diga pro meus filhos que eles ainda podem ser algo que quiserem ser sem ligar pra sua mãe.
Se eu morrer hoje não diga que era um homem de Deus, não vi Deus, não senti Deus, não cheirei Deus, na verdade não sei nem quem é Deus.
Se eu morrer hoje me jogue fora, em um abismo onde aja vento, pra ele bater no meu rosto e eu me sentir vivo de novo.
Se eu morrer hoje me deixe dormir, sem remédios, sem rivotril, amitriptilina, alcadil, citalopram. Deixe-me sóbrio, sem a paranóia de mim, sem as coisas que eu queria ter feito e não fiz.
Se eu morrer hoje me deixe apenas respirar e ouvir, só ouvir uma vez meu coração bater.
sexta-feira, 1 de abril de 2011 1 PARA comentar

PARA poucos

aos poucos, os muitos......
para poucas palavras, um grande espaço em branco
q significado o branco da palavra pode ter?
eis q enegrece com o silencio e a pouca alma,

o pouco sopro,

a pouca sobra...
e o branco, n é mais branco
agora é espaço
espaço vazio





NEGRO!
 
;