diHITT - Notícias PARAneura: Maio 2011
terça-feira, 31 de maio de 2011 2 PARA comentar

PARA os esquizofrênicos

Dedico a um amigo que jurava ser esquizofrênico de nascença , não falava muito, mais ouvia demais.


















Ele acendeu as velas, estava escuro, agora havia luz ..... se prostou diante dela em um rital cheio de sentimentos confusos e falou mais alto do que aqueles que falavam junto com ele e disse:













Santa esquizofrênica, escuto suas vozes, rodam na minha cabeça. Onde elas estão?






Tenho ESQUIZOFREIS na minha mente, são muitos e se replicam, falam de si, falam de mim, deixo-o loucos com essas paraneuras e eles furnicam para relaxar





Tenho também ESQUIZOFROINES; alugaram minha massa cinzenta e a coloriram com cores vibrantes que falam, que gritam e que querem sair de mim.






Santa esquizofrênica, mãe da loucuras de doidos e insanos esquizofrênicos os esQUIzofreis brigam de mais, não combinam juntos e me envolvem nesses assuntos ,





já os esQUIzofroines vivem me perguntando coisas que não tenho resposta, andam pela casa e se escondem dos meus amigos, são tão timidos que só eu os vejo, por isso peço





















peço que converse com todos estes que estão na minha mente, na rua, na faculdade, dentro de casa e os acalme, peça a eles que eu possa viver, não fale demais pois assim também vão acabar ficando doidos..















e SE eles não sairem não os expluse, não gosto de violência, acostumo-me então viver na loucura, ouvir tantas vozes me fazendo um legitimo esquizofrênico e devoto de ti, santa e padroeira dos ouvidores e mãe daqueles que são doidos como ti.




E APAgou-se as velas acabou a luz dona esquizofrênica nem pode ouvir eram muitas vozes para ela poder escutar!


segunda-feira, 30 de maio de 2011 2 PARA comentar

PARA o ceifador.

Ei........ psiu.
Quem deu licença ao senhor para me roubar o tempo?
A pouco era menina e hoje já me faço mulher. Não deu tempo de crescer, ser grande...
não deu tempo de envelhecer.... morri antes....
Quem te deu autoridade ladrão para me roubar o ouro que tinha?

Te respondo que não roubei..
tu que não o viste minha nobre senhora.... o seu tempo escorrer por entre os teus dedos... enquanto dormiass.
Só não te avisei, pois dormia em um sono gostoso parece que estava sonhando, não queria lhe acordar. Agora só resta guardar o tempo que ainda tens, ele está indo..... não para de correr.
E com essa conversa minha nobre senhora só esta perdendo seu tempo!
quinta-feira, 26 de maio de 2011 1 PARA comentar

PARA lembrar







Que saudade de minha meninice, ...... de correr pelado para os braços de minha mãe vendo-a tecer roupas e sonhos para seu garoto.






Que saudade da minha cabeça fresca....... nada de contas..... trabalho.






nao tinha gente me julgando, me cobrando...... so riam para mim e elogiavam a beleza de criança que era.






Saudade do pique-pega, do pique bandeira na porta de casa..... das historias do meu pai, quando se escondia o sol...






Saudade da minha inocência gostosa de menino travesso.... do meu cavalinho de pau, meus aviõezinhos de papel colados com o bom cuspe .






Saudade da aninha do colégio........ haaaaaa






Saudade da esperança, tanta esperança..... tanta alegria...... de jogar bola no domingo com calção ate furado e uma camisa com o nome do Romário.






Saudade da energia que tinha, do jeito desprentencioso de ser menino, ser muleque, ser criança.






As saudosas travessuras e desventuras de um menino que se escondia atras do pé de manga, para não apanhar.






O que me sobra depois do tempo, é a saudade, que carrego para me lembrar que fui gente um dia.
segunda-feira, 23 de maio de 2011 2 PARA comentar

PARA uma conversa a duas


Esse texto é dedicado a uma grande amiga.que esta vencendo o preconceito

A casa ficara vazia a porta se abriu para receber a amiga, o cheiro do café invadiu o ambiente, elas se abraçaram, sentaram-se e dividiram pesos e assim ficaram mais leves.



Fátima diz: o preconceito maior veio de quem mais amo
Considera-me a pior das pessoas por isso
Estou completamente sem chão
Num desespero emocional dos maiores
Ontem pareceu que o mundo desabou pra mim
E agora tento viver como se estivesse passando por nada
Até porque nem todos podem saber
E nem me deixam buscar uma solução

Laura diz: viver não e fácil, ser diferente também não é, minha deficiência me deu uma consciência disso, não pejorativa, porque não me acho diferente por isso, mas por pensar e viver diferente, não sou como as pessoas queriam que eu fosse, sou ruim as vezes tenho sentimentos, ruins e bons, mas as pessoas querem que a gente siga um caminho, que as vezes não faz a gente feliz.. Não sei se quem te ama vai te aceitar, sei que ela deve estar sofrendo e achando que é uma desgraça.

Fátima diz: pois é. Não sei se você conseguiu me conhecer como exatamente sou ....

Laura diz: a gente é o que a gente é não o que os outros querem que a gente seja nunca pensei que seria assim, mas se você descobriu que é....o que vai fazer morrer.....você é a mesma. tem o mesmo caráter a mesma índole o mesmo amor um dia ela vai acabar vendo você

Fátima diz: olha não gosto de me definir: sou isso, sou aquilo...
Senti um amor diferente de amizade, porque eu me apaixonei e encontrei um novo amor... Sei que é difícil de entender....

Laura diz: não ... sentimento é coisa que não se entende se vive

Fátima diz: olha... Quando digo que conservo amizades lindas... e com pessoas mais lindas ainda... as vezes nem eu acredito, suas palavras são abençoadas, obrigada minha amiga
Laura diz: ninguém entende ninguém, coração dos outros e terra que ninguém pisa mas aprendi que não vale julgar ninguém

Fátima diz: não estamos neste mundo para este fim

Laura diz: e não desista de quem te ama

Fátima diz: vou escrever para ela..

Laura diz: dê amor a ela

Fátima diz: você se lembra como sou ruim em falar

Laura diz: nada que um beijo depois de uma tapa, escreva o que te comove

Fátima diz: envio um DVD confessando que ainda sou cristã, mas sou diferente e mando flores rsrsr

Laura diz: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Hum? Não precisa de tanto, mas olhe pare e pense como eu fiz, depois de uma etapa meio confusa, revi meus conceitos, entrei dentro de mim.... uma amiga minha diz uma frase que se aplica a mim hoje: não sou desse mundo kk

Fátima diz: kkkk verdade... Ninguém é..
Somos de algo muito superior a isso e você é uma alma muito evoluída
Sabia? Porque vivemos uma eterna busca da perfeição em Deus e você é muito boa e uma alma repleta de amor está no caminho de Deus

Laura diz: Sim e também no caminho da paranóia rsrsr, mas vai ficar bem, tenho bens neste mundo você e uma.

Fátima diz: Tenho que ir obrigada, beijos

Laura diz: até breve , beijos para ti também.
2 PARA comentar

PARA as reações da física

Pergunto:
O que te dilata?
O que te comprime?
Responda-me o que te expande e o que te retrai....
Respondo-te sem demora..
Dilata-me a alma
Dilata-me o corpo..
Que a música me dilate... embriaga-me sem álcool
Dilata-me a literatura, a de Pessoa, Queiroz ou Assis....
Dilata-me o riso... gostoso e despretensioso
Que ao ver o mar eu me dilate em plenas montanhas mineiras
Dilata-me a arte fazendo-me vibrar através dos sentidos
Que meu amor me dilate todos os dias, até que eu exploda de tanto bem querer.
Agora peço que não comprima meus sonhos de menina
Não comprima meu jeito de amar... minhas palavras grossas, meio torpes, mais cheias de expontaneidade.
Que não comprima meus desejos.... sinalizando um coração que bate.
Que não comprimam os melhores e piores sentimentos.... preciso do doce e do amargo.. do bom e ruim.
Não me comprima, me expanda.
Dilata-me para ser grande do tamanho dos meus sonhos e depois os comprima para caberem dentro de mim....
sexta-feira, 13 de maio de 2011 2 PARA comentar

PARA iluminar

Sentada em um banco, em plena madrugada belorizontina; no mirante( um local turistico localizado próximo ao Palácio (casa) do Governador,recanto dos namorados e admiradores da natureza) onde se avista uma linda paisagem da cidade.
O vento forte toca meu rosto e rebate meus cabelos contra o rosto.
Por um instante ou varios deles, abri meus olhos e vi milhares de luzes lá em baixo, letreiros luminosos, gente se mexendo....... movimentos .. corpos, gentes...
A noite , tempo de dormir
A noite, tempo de escuridao.... tempo de se igualar.
Raças, ritos, gostos...
Gente dormindo
Gente acordando
Gente andando
Gente se amando
Gente se matando
Gente nascendo
Gente morrendo
Gente bebendo
Gente rezando
Gente comendo
Gente vendendo a comida,
Gente rindo
Gente pedindo silencio
Gente, gente, gentesssss
Eu la em cima pensando no que Deus pensaria se estivesse ali
Pensei ( ele vive aqui nesse mirante, olha para as luzes, o que pensa?)
Vi muitas luzes, luzes... gentes, sem cor, sem diferenciações, só piscavam.
Todos nós gentes.. luzes, carnes...corpos.... distintos, mais com os mesmos sentimentos, todos piscavam, piscavam....algumas luzes foscas, outras de brilho intenso, mas todas acesas piscando piscando batendo... batendo
quarta-feira, 11 de maio de 2011 5 PARA comentar

PARA vermelho


Com vermelho pinto o sangue que corre em suas veias, que pulsa e vibra e te incendeias. Com vermelho pinto a rosa dos amores, perdendo rápido a cor como a paixão. Com vermelho pinto a dor , que na verdade não tem cor, mas se pudesse escolher seria vermelha. Ao vermelho o nariz do palhaço....... riso de criança.
Ao vermelho, o coração que ate hoje não sabe se é um orgão ou o proprio eu ... amor
Vermelho para os individados
Vermelho para os feridos
Coberto com Vermelho aquele que nasce e aquele que morre
Vermelho para o boi bravo
Para a senhora dautônica, para o tapete real, para o cartaz de perigo
Ou atençao , vermelho para alertar a multidão. Vermelho que grita nas sirenes
Vermelho que pede silêncio no hospital..... Vermelho á cruz que de vermelha sabe curar....... Vermelho a fé, as rezas...... Vermelho das beatas que fazem com vermelho a batina do padre..
Vermelho para o paganismo que foi queimado nas fogueiras..... Vermelhas
Vermelho ao sol que se embravesceu por ser pintado de amarelo e de raiva expressou vermelho.
Vermelho a infancia de chapeuzinho que por acaso era vermelho.
Vermelho ao caroteno que traz aos frutos um colorido mais intenso.
Vermelho a tinta que escrevo , a fonte que digito, ao desenho na pele do indio, a arte de quem é vivo.
Vermelho cor, Vermelho luz, Vermelho sangue vertido na cruz.
Vermelho Jesus que deu mais sentido ao vermelho depois de morrer, vermelho Vermelho vermelho a alma que apesar de ser alva, foi comprada por moedas de cor vermelho.
quinta-feira, 5 de maio de 2011 5 PARA comentar

PARA agora: RaiVA


RaiVA O que sinto

RaiVA do AMOR que NAO tive
RaiVA da HoRA Perdida
RaiVA do Prazer Que mE Neguei
RaiVA do JoGo DE azar QUE Nao GANhei

RaiVA daQUELe Que ME beiJOU
RaiVA DaquELA que Me ENganou
RaiVA daquiLO que ME julgou

RaiVA do TemPO QUE pASSA
RaiVA DA fRUSTAÇÃO que FICA
RaiVA DA mOrte que ESPERA

RaiVA DO homem cretino

RaiVA do homem preconceituoso QUE nao me aceita

raiVA DO homem COvarde qUE mE suPRIME COM palavras SILENCIOSAS

Raiva DIZ meu ANALISTA, ISTO RAIVA
sINTA raiva PaRA nao senTIR pena
raiVA que embravESCE
RAIVA QUE ENALtece
RAIVA que emudece
o COrACAO pulsa
a ALMA grita
o PUNHO soCA
RAIva POR nao poder bater NA sua CARA
POR nao te dizer palavras chulas
por n ir embora, bater A PORTA
FALAR O QUE importa e hoje guardo
raiva sem EIRA E NEM POR ISTO A beira
raiva
QUE raiva
melhor que pENA.
 
;