diHITT - Notícias PARAneura: Abril 2012
domingo, 1 de abril de 2012 4 PARA comentar

PARA uma estrela


 Se essa estrela fala-se ia me dizer que meus olhos não a fitam sozinha, existe um olhar que também a observa na escuridão e espera  um encontro de almas.

Se essa estrela ouvisse, iria escutar celebrações em poesia, palavras soltas que quando subissem aos céus dessem significado a terra.

Se essa estrela tivesse toque, a sentiria não com a pele, mas sim com todo o corpo, os poros, iria se fundir nas minhas entranhas trazendo um clarão de luz.

Se essa estrela tivesse luz, pediria para ela permanecer nos dias de densas trevas e velar meu sono até que os lobos fossem embora.

Se essa estrela tivesse poderes, ela  não deixaria nenhuma lagrima cair ao chão, as iria colher e transformar em orvalho para molhar a bela flor que plantei em meu jardim.

Se essa estrela  apagasse sentimentos não existiria mais  rancor escuro, mas sim um amor translúcido,

Busco essa estrela a mil constelações a fora. Alguns me dizem que não conhecem tal mistério, mas 1 me diz que ela em um lugar seguro,  me protegendo de algum perigo soturno.

      Não é igual a tantas outras com poucas pontas, mas tem varias de  muitos comprimentos e alcances.                   
Sinto que mesmo que ela não faça tantas coisas, já terá trazido a paz para parar a tempestade
.
 Sua presença ainda me mantém de pé. Sua existência contestada afirma minha  certeza.

Se essa estrela estivesse aqui sopraria letras, eu formaria palavras e juntas as sopraríamos para muitos olhos sedentos.




.



 
;